sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Amor Abstrato - Daya Alves


Sinopse: 
Marcados por traumas do passado, Jaque e Léo cresceram juntos, curando as feridas um do outro com a amizade tipica de duas crianças. Eram diferentes em tudo. Ele, filho do patrão, e ela, filha da empregada. Com o passar dos anos, conforme Léo se tornava um típico bad boy que aproveita ao máximo cada segundo de sua existência, Jaque lutava contra as adversidades, confiante de que alcançaria seus objetivos.

Suas escolhas os separaram, mas uma grande tragédia os uniu. E caberá a Jaque utilizar de todo seu esforço para não deixar que Léo se perca de vez na escuridão que tomou conta de sua vida.

Poderiam a fé, o amor e a esperança apaziguar as dores da alma daquele que ela sempre amou em segredo? Jaqueline acredita que sim e embarcará nessa incrivel jornada, lutando com as armas qur conhece, para guiar seus passos de volta a felicidade.


O que eu posso dizer à respeito desse livro ...
Amor Abstrato é um livro onde a cada capitulo somos pegos de surpresa. É impresivel cada momento da trama. Realmente fui surpreendida por cada detalhe, cada momento em que Léo e Jaque estavam juntos.Gostei do fato em que a Daya trabalhou com o verdadeiro preconceito, de mantê-lo em sua profunda realidade. Houve momentos em que desejei realmente bater em Jorge e no Mário pelas atrocidades que cometiam com a protagonista. Um dos pontos mais importantes de toda a história que chamou mais a  minha atenção foi ler que Jaque sempre teve um coração bom e em meio as reviravoltas ela deixa isso bem claro. Uma passagem linda, na verdade.

A sua escrita é fluida e deixa um gostinho de quero mais. Senti falta de momentos de mais cumplicidade entre o casal e a presença da mãe, pois acredito que ainda havia algo a ser explorado nos outros personagens, De qualquer forma foi uma leitura maravilhosa que mexeu comigo, traz ensinamentos biblicos e grande referência do liro "O Pequeno Principe". 

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Asas da Imaginação


Uma música, um filme, pessoas viram inspiração para aqueles que ainda vão escrever as suas primeiras páginas. Entregam-se as mais variadas sensações e ideias que surgem durante o processo criativo.  Encantam- se pelo gesto mais simples, pelo sorriso doce e encantador, do mundo em que estará  vivendo durante os próximos meses.

Não importa quantas pessoas se importarão em ler  as suas palavras, pensamentos. Só queremos acreditar que cada linha escrita é uma verdadeira descoberta de quem realmente somos, um lado que nunca seria exposto com tanta facilidade.

Escrever é imaginar, ir além  dos muros de concreto, da realidade cotidiana que nos aflige e desmotiva. É sonhar com os olhos abertos e transforma-los em realidade através das pontas dos dedos.Acredito no poder da nossa imaginação, de ver que é possível doar Um pouco da nossa essência para que possamos trazer uma palavra de conforto. 

Voar nas asas da Imaginação é mais do que sonhar... É ter um amor, carinho e determinação por algo que realmente nos faz bem... a nossa válvula de escape. Enquanto formos apaixonados pela nossa vida, pelos nossos objetivos, pela nossa carreira toda a imaginação sempre será a nossa companheira. Em algum momento você verá apenas um casal de idosos com as mãos entrelaçadas, um pai com ar de cansaço carregando seu filho e sua mente  irá  lhe mostrar infinitas possibilidades, histórias para que eles  deixassem o seu caminho. Mesmo que não seja a resposta que imagina, apenas aprecie o momento, e permita que a sua imaginação lhe conduza numa viagem maravilhosa em direção ao desconhecido e impossível.


sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Um adeus ou um até logo?



Todos comentavam à respeito da sua saída...
Juro que eu preferi colocar na minha cabeça que aquilo era apenas uma ideia maluca e que no fim continuaria do jeito que estava. Confesso que a cada batida do meu coração uma delas falhava, pois era cedo demais para aceitar qualquer distância entre nós. Toda vez que você passava pelo corredor era um verdadeiro alivio. Ouvir a sua voz me animava. Eu continuei acreditando em todas as possibilidades de te ter ao meu lado. Permiti que os meus pensamentos continuassem em ordem, mas quando você entrou e me abraçou eu quis ter poder para congelar o tempo...

Uma parte de mim sabia o quanto era importante a sua mudança, mas a outra metade estava sendo insistente demais em não aceitar a verdade. Enquanto estava entregue aos seus braços eu pedia em silêncio para que você ficasse. Acreditei até o último segundo que algo poderia acontecer e você ficasse. Lutei contra as minhas próprias lágrimas, pois não seria justo com você. Sei que as minhas lágrimas não seriam o suficiente para que você permanecesse. Tive que aceitar que o fim estava próximo.

Tive que atender a outros pedidos, mas quando eu voltava para a minha área você ficava apenas da porta me observando. Não estava sendo fácil pra você que em poucos minutos teria que partir. Você sempre teve consciência de que não sou a melhor pessoa em demonstrar o que sinto em público, mas quando demos o nosso último abraço eu não imaginaria que dali sairia o nosso último beijo. Parece até coisa de livro ou filme, mas é a verdade do que vivi. Guardarei comigo apenas as coisas boas que vivemos juntos e que um dia cada um de nós encontre a verdadeira felicidade ao lado de quem nos merece.

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Apenas fique...



5 minutos... É o tempo que eu preciso para lhe dizer tudo o que sinto. Não precisa me dizer nada... Só me escute enquanto seguro suas mãos nas minhas. Quero que compreenda tudo o que vou lhe dizer. Não sou bom com palavras e esse é o momento oportuno para despir minha alma e o meu coração pra você. Só peço a sua compreensão neste momento.

Muitos motivos nos levaram a manter uma distância e sei o quanto nos estamos sofrendo com isso, mas agora olhando em seus olhos quero que esqueça tudo o que foi ruim em nossas vidas. Sei que não está tendo uma noite tranquila de sono, que vários pensamentos te dominam e te fazem querer encontrar uma solução para os nossos problemas.

Outro dia te vi caminhando pela rua. Não parecia a mesma garota por quem eu havia me apaixonado anos antes. Seu caminhar era lento e seu olhar ia direto para os seus pés. Fiquei triste por ver o quanto fui capaz de acabar com a alegria de alguém tão bom, que sempre lutou para trazer cores ao seu redor. A dor que te acusei tem me matado aos poucos.

Me lembrei dos nossos primeiros encontros e de como tudo era maluco. Éramos tão desajeitados em nossas conversas, a minha única preocupação era a de te fazer sorrir. Era uma das qualidades que você gostava em mim. Isso me agradava. Contigo nunca havia tempo ruim. Um dia nublado se tornava alegre e quente. Queria entender o que você fazia para dar tudo certo, enxergava possibilidades em meio aos desastres.

Arranjei briga pelo simples fato de que outros te olhavam com desejo. Mesmo estando contigo eu não era respeitado. A culpa não era sua por atrair tanta atenção. Eu só não sabia como lidar com tudo isso.

Nunca terei alguém que se preocupe tanto com o meu bem estar, que me incentive a ir tão longe. Busque em suas memórias os bons momentos, os nossos beijos, o bater de nossos corações... se eu pudesse voltaria no tempo para te fazer feliz novamente. Sei que errei muito e tudo o que eu preciso é apenas de uma oportunidade para que eu possa ser melhor.

Minha vida não é a mesma sem você, sem a sua risada contagiante e gostosa, o seu olhar curioso, a vontade e o desejo de crescer e fazer bem a todos que te amam. Percebi que são esses detalhes que te tornam especiais para mim. Apenas olhe em meus olhos e diga que isso não é o fim e que você quer ficar comigo até o fim dos nossos dias. Eu te amo e sempre te amarei. Te conquistarei todos os dias se assim você permitir...

terça-feira, 28 de março de 2017




Eu não sei o que esta acontecendo com nós, com você, eu sinto como se estivessemos nos perdendo a cada dia mais, como se eu estivesse te perdendo. Eu não sei o que aconteceu de uma ou duas semanas atras, eu não sei o que mudou, o que mudou em você, porque você mudou, mudou em detalhes, em pequenas coisas que talvez possam não ser nada, não parecer nada, mas pra mim tem sido detalhes que acabam fazendo uma enorme diferença. Sabe eu sinto falto do cara bobo e apaixonado que me conquistou, sinto falta das palavras doces, das declarações, até mesmo das brincadeiras idiotas que costumavam a me deixar irritada e brava, eu estou sentindo falta de você, na verdade, de quem você costumava ser, falta da sua preocupação as vezes exagerada, mas fofa, do ciúmes totalmente possessivo e lindo, dos planos, dos nossos planos que você fazia, das vezes em que me arrancava sorrisos, e eram muitas…Como as coisas podem mudar e se transformar tanto em questão de tão pouco tempo? Semanas, na verdade. E então de repente você se fechou, se trancou dentro de você, talvez até mesmo sem querer, talvez nem se quer perceba essa mudança, mas ela é tão visível para mim, anda numa frieza constante, distante, não falo apenas de distancia física, mas é como se você estivesse me afastando, se afastando, emocionalmente também, agora se tornou difícil te ouvir dizer que você me ama, você não tem dito isso muito, e quando diz, quando então tentar ser fofo de novo, tentar ser o cara compreensivo, atencioso, como eu sinto falta da sua atenção, acho que essa talvez seja uma das partes onde meu coração esteja mais vazio agora, falta de você me dando toda atenção, carinho, me fazendo rir, me deixando boba, me arrancando sorrisos, eu sei que você tem tentado, tem se esforçado, mas é que as vezes parece que você esta tendo que fazer um esforço tão enorme para voltar que parece mais um sacrifício do que algo natural, real. Não quero que me dê atenção, ouvir coisas fofinhas, que diga aquelas suas coisas lindas que você costumava dizer, até mesmo vários “te amos”, por algum tipo de obrigação, eu quero ouvir, quero que seja quem você é, porque é seu, é você, não porque sou uma idiota carente que esta sentindo a sua falta enquanto você esta totalmente fechado para…mim. Eu tenho evitado ouvir sua voz, sabe por que? Porque eu estou com medo, estou com medo de nos falarmos e então eu sentir na sua voz, no seu jeito essa frieza, essa distância, esse seu fechamento e sua quietura estranha, medo de todas minhas teorias e paranoias que estou tendo agora acabem se tornando mais reais do que eu gostaria que fosse, medo de que briguemos e nos machuquemos, porque eu provavelmente irei falar que você esta estranho e você irá devolver que não esta ou que esta cansado, com sono ou com algum tipo de dor, mas na minha cabeça sera como um “Ele não te ama mais, esta se cansando, se cansou de você sua idiota.” Sabia que nesses últimos dias a hipótese de você tem conhecido um outro alguém ai e que esteja se apaixonando e me esquecendo, tenha começado a perceber que não é isso que você quer, que não sou eu a sua escola, que se cansou de mim, se encheu, sabia que essas ideias tem rondado a minha cabeça constantemente, que você provavelmente deve ter se fechado porque já não me vê, já não me ama mais como antes. E isso tem me machucado, tem me feito ficar com um aperto enorme no peito, uma angustia tão enorme que não se contem no peito, que acaba sendo colocada pra fora em lágrimas desesperadas, você sabe o que é sentir que esta perdendo a pessoa que você ama e que não pode fazer nada contra isso porque acha e sente que o sentimento dessa pessoa por você diminuiu ou acabou pelo simples fato dessa pessoa que mesmo sem querer, sem perceber, tenha mudado tanto em relação a você já não se pode fazer nada a não ser chorar e sentir uma dor, um medo desesperador? Eu sei, porque eu estou sentindo isso nesses últimos dias. Medo de falar com você e de repente não ter nenhum tipo de assunto, medo do silêncio que pode se formar entre nós. Medo de perder, já ter perdido o nosso “nós”, ter perdido seu amor, ter perdido você, é tão desesperador, rasga o peito, as lágrimas doem, o coração é como se alguém estivesse espremendo ele e fazendo um suco de tão apertado, esta doendo, doendo ver você cada vez mais fechado, frio e distante. Sei que tem se esforçado e tentado, mas então de repente o medo consome, parece não ser o suficiente, não ser natural porque quer, mas porque esta sendo forçado ou algo do tipo. Eu sei que nunca fui do tipo muito carinhosa ou que falasse muito “eu te amo”, mas o sentimento que sinto, o amor, só eu sei o quão imenso ele é aqui dentro, só eu sei a dor, desespero, angustia, lágrimas que tenho sentimento, já sentiu medo? É como se se formasse um abismo entre nós e eu estou caindo nesses abismo, gritando sem a voz sair da garganta, sem que ninguém possa me ouvir ou notar, é como se eu estivesse perdendo meu mundo. Como se estivesse fechado para mim, nos perdendo, me perdendo, te perdendo, morrendo por dentro. Me falta um pedaço seu.

O Fim Inesperado

— Não dá mais.Eu preciso de um tempo.Preciso rever os meus conceitos sobre você.Não acho que o que tivemos foi tudo em vão.Ao contrário valeu a pena cada segundo que passei ao seu lado.Agradeço por ter se arriscado numa tempestade para me encontrar quando ninguém  mais se preocupava comigo.Você foi tudo o que eu precisei nos momentos mais difíceis,me aconselhou a fazer o que era certo,mesmo quando eu me fazia de difícil. Nunca vi ninguém se preocupar tanto comigo,nem minha mãe é capaz de agir da mesma forma que você.

 — Por favor...  — Ele dizia com lágimas nos olhos  —  Não diga essas palavras.Não imagina o quanto será difícil seguir em frente quando essas palavras martelam o meu coração sem dó,nem piedade.

 — Me desculpe,Davi.Mas é assim que tem que ser.Não sei como nós aguentamos tanto tempo juntos  — Cristiana enxugava as lágrimas que lhe escorriam pelo rosto  —  Você escolheu o seu mundo e eu tenho dois dos quais não sei se sobreviverei...

Ela saiu sem ao menos lhe dar o direito de dizer mais algumas palavras.Não havia mais nada que o tempo pudesse fazer,nem mesmo um sentimento tão belo que uniu dois corações jovens e fortes.Era assim que teria de ser,talvez um dia o destino os unisse de novo,mas agora teriam de encontrar os seus caminhos e fazer com que o futuro fosse melhor do que o presente.
Todas as coisas clichês já foram ditas. Todas as dores parecem que já foram sentidas. Lágrimas foram derramadas, verdades soltas, lembranças trancafiadas. A distancia já foi posta, os olhares já foram perdidos, os motivos para sorrir já se tornaram outros. Os caminhos mudaram. Mas por que eu ainda sinto esse vazio aqui dentro de mim? Esse vácuo que chama por seu nome de um jeito desesperado. Por que é que meu coração ainda não viu que as coisas mudaram de ordem, que você mudou e eu também mudei? Por que tudo não pode ficar tudo bem? Talvez isso seja porque houve toda mudança em tantos aspectos, mas não houve mudança nenhuma ali. No coração. Os sonhos são os mesmos quando eu fecho os olhos, o calor é o mesmo quando você chega perto, a respiração é a mesma em cada pensamento sobre você e o sentimento? Ah, esse mudou e continua mudando, porque agora só é aquela saudade profunda que inflama mais a cada dia que passa